São Paulo / SP - quarta-feira, 20 de outubro de 2021

O que levar para a maternidade

Para a Mamãe

 

Pense principalmente em seu conforto. Independente do tipo de parto que for realizado o período pós parto não é muito fácil para a mamãe. Os pés inchados e o intestino preso são as principais características desta fase. E no caso do parto cesáreo ou do parto vaginal com episiotomia a mamãe ainda precisa enfrentar as dores dos pontos. Então invista em conforto e qualidade.

 

• Leve pelo menos 3 camisolas ou pijamas bem confortáveis com abertura na frente para facilitar a amamentação. A mãe em geral fica de 2 a 3 dias internada depois que o bebê nasce. Pense também na discrição, lembre-se que você vai receber várias visitas da maternidade e precisa subir e descer da maca, andar e amamentar.

• Leve ao menos 5 calcinhas grandes e confortáveis, que não apertem muito a barriga. Leve de preferência as que você já está usando na gravidez. Você vai ter que usá-las com absorventes enormes, seja parto normal ou cesárea.  

•Roupão ou penhoar para andar pelos corredores do hospital depois do parto e para receber visitas.

• Chinelo, sandália ou sapato MUITO confortável. Depois do parto a mãe precisa andar bastante para melhorar o edema nos pés e para ajudar o intestino a funcionar. Algumas mulheres apresentam dores nas costas ou nas pernas no período pós parto então um calçado confortável ajuda. 

• Meias 

• Sutiã de amamentação, leve pelo menos 3. 

•Conchas ou absorventes para os seios.

• Produtos de higiene pessoal como escova, xampu, condicionador, sabonete, escova de dentes e pasta (a maternidade pode até oferecer, mas você vai preferir os produtos a que já está acostumada). Leve também um batonzinho, afinal vai ser inevitável você sair nas fotos e filmagens. Se você usa lentes de contato não esqueça os óculos pois algumas maternidades não permitem que a mãe use lentes de contato no centro cirúrgico.

• Absorventes. Lembre-se de que é normal ter sangramento depois do parto (tanto vaginal como cesárea). Os hospitais costumam fornecer absorventes, mas leve pelo menos uma embalagem do tipo noturno, se você tiver uma marca preferida. 

•Roupas para a saída do hospital que sejam folgadas e bem confortáveis, já que a barriga de grávida não some de um dia para o outro. Na saída da maternidade você vai ter aquela barriguinha que tinha aos 5 ou 6 meses de gestação.

• Máquina fotográfica com cartão de fotos extra e pilhas ou bateria extra.

• Filmadora e carregador de bateria.

• Carregadores dos celulares

• Lembrancinhas e enfeite de porta, se tiver preparado esses itens com antecedência.  

 

  

A malinha do bebê

 

É importante prestar atenção nas ultrassonografias que você fizer poucos dias antes do parto para ter uma ideia do peso que o bebê vai ter ao nascer. Bebês com menos de 3kg precisam de roupinhas RN os maiores de 3kg já podem usar roupinhas PP ou P. 

 

Na hora de escolher as roupinhas prefira as de fácil manuseio. Os macacões devem ter abertura na frente e todas as roupinhas de manga comprida devem ter boa elasticidade nas mangas, pois para conseguir colocar você precisa passar seus dedos e o bracinho do bebê pelo punho da roupinha.

 

Tanto no calor quanto no frio o bebê deve ser vestido com duas camadas de roupa. Um body de manga comprida e uma calça com pé ambos de malha e por cima um macacão com pé. Meias e luvas são essenciais nos primeiros dias também. No frio prefira roupinhas de plush e não se esqueça das touquinhas e no calor prefira os macacões de malha.

 
• 6 macacões com pé tamanho  
• 6 bodies de manga comprida 
• 6 calças com pé
• 1 manta de algodão 
• 2 xales de linha ou lã 
• 3 Fraldas de tecido para apoiar no ombro ao colocar o bebê para arrotar 

• 2 toalhas de banho e 2 fraldas de tecido para ajudar a secar o bebê depois do banho.
• 6 paninhos de boca 
• 6 pares de meias

• 3 pares de luvinhas

É bastante roupa, mas os hospitais pedem roupinhas reservas para garantir que não haja imprevisto. 

Lembre-se de lavar tudo antes com sabão de coco ou neutro e de separar as roupas que sejam adequadas para a época do ano.

Outra dica importante é cortar as etiquetas das roupinhas que podem incomodar o bebê e irritar sua pele.

 

É verdade que o bebê ao nascer precisa ser mantido em temperatura mais quente, mas não exagere nos agasalhos, porque eles podem deixar seu filho desconfortável. Se estiver na dúvida, peça orientação ao seu pediatra. 

As maternidades preferem que os bebês não usem lacinhos nem pulseirinhas, que podem acabar se perdendo nas trocas. 

Atenção: Além da mala, na hora de sair de casa há outros itens que você deve se lembrar de pegar. Faça uma lista e deixe bem visível para verificar, na pressa de sair, se não esqueceu nada: 

• carteirinha do plano de saúde 

• cartão de pré-natal ou carta do médico com informações do pré-natal 

• documentos pessoais.